(48) 3721-7537 [email protected]

Antes de falar sobre os benefícios de um serviço de engenharia mecânica, pense sobre o seguinte caso:

Se você é dono ou sócio de uma empresa que produz carros, e em certa cidade, em um carro do modelo Zen falhou algum componente crucial, bateu e pegou fogo, sua empresa fará o recall para substituir esse componente?

  • Você pega a quantidade de veículos em uso na região (A), multiplica pelo índice de defeitos (B) e multiplica pelo custo médio de um acordo judicial (C);
  • A x B x C = G, que é o gasto se a empresa optar por não fazer o recall;
  • Se G é maior que o custo de recall, faz-se o recall;
  • Se G é menor que o custo de recall, faz-se os acordos, mas em ambas as maneiras a dor de cabeça é enorme para o empresário.

No dia-a dia      

Este é um caso de dimensão muito grande e que ocorre com frequência em montadoras, mas nada impede de trazermos a ideia para o dia-a-dia. Será que vale a pena a compra de um produto novo quando um engenheiro pode oferecer um projeto de baixo custo que resolva a necessidade do cliente?

Segundo a lógica acima, se o serviço de engenharia (S) mais os custos de fabricação (P) mais outros custos adicionais (Q) for menor que o custo de um novo produto de mercado (S+P+Q < N), porque não tentar um engenheiro?

A atividade do engenheiro projetista inclui identificar padrões em produtos existentes, observar desenhos, participar de reuniões com usuários, selecionar melhores concepções visando custos, entre outros aspectos. Entretanto, muitas pessoas, sejam pequenos ou grandes empresários que detém maquinários de produção, desconhecem os serviços que um projetista pode oferecer, logo são dependentes dos produtos inovadores quando seus maquinários vêm a falhar ou a garantia já não encobre mais o produto.

O Engenheiro

O engenheiro mecânico contempla vários campos de estudo ao mesmo tempo, logo o mesmo é um profissional que pode estar trabalhando em soluções para tarefas domésticas a projetos de grande porte como indústria naval e aeronáutica.

Como o projeto deve ser voltado para o cliente, o engenheiro mecânico deve ter a preocupação constante de reduzir o custo de sua solução para atender ao que foi pedido. Desta forma o projeto de engenharia não é simplesmente desenvolvido através da imaginação, mas sim de uma série de parâmetros como normas, patentes, cálculos, necessidades de cliente e o mais importante,  o investimento envolvido.

Para contextualizar esses pontos, segue um caso prático. Uma empresa alimentícia resolve contratar um engenheiro para oferecer uma solução de preparo dos salgados que oferece. Aqui, são envolvidas várias restrições: por ser uma área alimentícia deve-se fazer uso de aço inox ou plásticos, evitar lubrificantes,  e seguir outras normas técnicas que regem a manipulação de alimentos. Sabendo que existem máquinas que podem suprir as necessidades, aqui entra o conhecimento do projetista.

  • Criar estruturas capazes de envolver baixos esforços mecânicos, usar plásticos normalizados ao invés de aço inox;
  • Para evitar gasto energético, usar de acionamentos mecânicos de fácil uso;
  • Para evitar grandes demandas de mão de obra e tornar o processo oneroso, fazer mecanismos sincronizantes que diminuam o tempo de cada atividade.
  • Em questões de transporte, utilizar de peças modulares ao invés de peças soldadas

E então, é papel do Engenheiro entender todos os processos, custos, pessoal, demandas dos colaboradores e atividades principais, para que a análise baseada nesses dados seja feita e você tenha em mãos a solução mais otimizada e econômica possível para sua necessidade!

Veja como podemos te ajudar!

Compartilhe esse post!